quinta-feira, 3 de julho de 2014

Eletricidade ao invés da broca do famoso motorzinho de dentista.



Pesquisadores britânicos estão confiantes quanto a descoberta de que é possível fortalecer os dentes por aplicação de uma fraca e direcionada corrente elétrica na boca do paciente. Esta corrente tem a função de levar minerais previamente adicionados, pelos próprios pesquisadores, para dentro do dente. 

Conhecendo o problema 

Sabe-se que o ácido gerado pelas bactérias que processam os alimentos, tem um efeito negativo, que é de ajudar na desmineralização dos dentes. Isto é, fazer com que os minerais importantes para a saúde dental, como cálcio e fosfato, se percam. Também, em decorrência disto, os dentes são fragilizado e se tornam mais suceptíveis a cáries e outros ataques. E é aí que se faz necessário o uso do temido motorzinho, que é utilizado nas restauraçoes ou obturaçoes.

Proposta para a solução 

O Electrically Accelerated and Enhanced Remineralisation ("remineralização Eletricamente Acelerada e Aumentada", em tradução livre) como foi chamado pelos cientistas, se processa da seguinte maneira. Minerais como os citados acima são adicionados na boca do paciente e em seguida uma leve corrente elétrica. Esta corrente elétrica, age no sentido de orientar ou direcionar os minerais para o interior do dente. O aparelho criador desta correte que é capaz de fazer isto não foi divulgado por motivos óbvios.

Resultado 

A ideia é que ao fim do tratamento, cáries iniciais tenderão a não progredir e desaparecerão. E se feito preventivamente, possíveis caries não surgirão. Clique para ver fotos de antes e depois de um dente com cárie. 

Disponibilização 

A empresa Reminova, que está desenvolvendo esta pesquisa, ainda em fase inicial, pretende nos próximos 3 anos disponibilizar esta técnica para os dentistas. O que será sem dúvida um grande avanço no tratamento dentário como é conhecido hoje. 



Referência: http://www.bbc.co.uk/portuguese/noticias/2014/06/140616_novidade_tratamento_dentario_an.s’html
Foto por Shakespearesmonkey

0 comentários:
Enviar um comentário