quinta-feira, 1 de maio de 2014

Injeção direta de combustível





 
-Por Enio Figueiredo-


Saiba o que é, como funciona e as grandes vantagens da última palavra em sistema de injeção de combustível. A forte tendência é que a FSI faça com a injeção tradicional (indireta), o que esta fez com o sistema de carburação (exceto para F1).


Como funciona

Carros como o novo focus, novo Golf, novo Sonata dentre outros da mesma categoria, passam a contar com o que ha de mais moderno quando o assunto é injeção de combustível. O FSI, que vem do inglês Fuel Stratified Injection - ou, em português, Injeção Estratificada de Combustível.  
O FSI, a grosso modo, significa que o caminho a ser percorrido pelo combustível torna-se muito mais abreviado. Enquanto que na injeção indireta, o combustível percorre longo trecho até chegar no coletor de admissão (onde será misturado com ar) e após isto ainda precisa ser deslocado até os cilindros do motor.

Na injeção direta, o combustível é bombeado diretamente para o cilindro, e lá é pulverizado na pressão, quantidade e tempo corretos, permitindo que seja queimado de maneira muito mais eficiente. Fatores que levam ao aumento de potência e economia. A economia está no fato de que se consegue obter a potência visada com uma mistura bastante pobre (cerca de 40 por 1) quando se compara com a injeção indireta (cerca de 15 por 1). 

Foto por Rocking cars
https://farm9.staticflickr.com/8530/8578613719_eda28b27b4_z.jpg
0 comentários:
Enviar um comentário