quinta-feira, 22 de maio de 2014

Dirigindo a 90 graus em relação ao solo!



-Por Enio Figueiredo-

Quatro alunos de física da Universidade de Leicester, UK, provaram fisicamente que é possível dirigir um carro perpendicularmente em relação ao solo. Duvida? Então leia aqui a tese na íntegra.


Como seria possível?


Resumindo, por meio de cálculos eles concluíram que, desde que a pista seja circular e o carro esteja a uma velocidade de no mínimo 240km/h, as forças de fricção (atrito) serão maiores do que a força da gravidade que atua sobre o carro.
Diagrama de corpo livre

Principais desafios

Se fosse para uma pista de corrida, como imaginam os mais entusiastas, a entrada e saída da pista seria um grande desafio estruturalmente falando, pois  para cada unidade de variação angular deve haver uma velocidade mínima, até que atinja 240 km/h a 90 graus.
Outra questão  que dificultaria muito tornar esta teoria em prática, seria o fato de que qualquer perturbação nas variáveis do sistema a força gravitacional colocaria tudo a perder. Essa perturbação poderia ser uma derrapagem, perda do controle da direção, colisão com outro carro ou até mesmo um descuido da manutenção da velocidade mínima.

Esses são alguns dos principais problemas, mas certamente haveriam muitos outros, como por exemplo, imagine como  ficaria a posição do combustível no interior do tanque. Ou como ficaria comprometida a lubrificação dos componentes móveis do motor. Poderíamos brincar de pensar em muitos outros pontos que para resolvê-los, muitas adaptações precisariam ser feitas.

Contudo, apesar de todos eles, não podemos dizer que é impossível realizar tal façanha. A saber, uma corrida onde todos os carros estão em alta velocidade e a 90 graus em relação ao solo.






Referência:
http://www.inovacaotecnologica.com.br/noticias/noticia.php?artigo=corrida-carro-parede&id=010170140403

0 comentários:
Enviar um comentário